quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Resenha- A Cupla é Das Estrelas

Sinopse: A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580572261
Edição 1 / Ano: 2012
Páginas: 288



Vi muitas resenhas positivas que mim interessei em ler o livro infelizmente não pude ver o filme no cinema ,pois já tem em vários sites dublado.
Um personagem inspirado em um drama real e por isso te faz ter uma sensação de estar lendo uma história real muito emocionante.Não tire conclusões sem antes mesmo de ler o  livro, super recomendo!

E devido as preocupações de seus pais, Hazel é orientada a participar de reuniões de um grupo de apoio, para evitar/dar suporte a depressão comum aos casos terminais. Hazel não gosta das reuniões e para satisfazer sua mãe ela comparece, mas não participa muito. Até o dia que Isaac – personagem que detém a simpatia de Hazel, apesar de não serem próximos – pede para um amigo dele ir até a reunião com ele a fim de apoiá-lo ao dividir uma notícia triste.
O amigo de Issac é Augustus, um garoto alto e bonito, e que não pára de encarar Hazel. Os dois começam a travar uma verdadeira batalha de olhares durante a reunião, que só se encerra quando são finalmente apresentados.
 Augustus Waters, um jovem de 17 anos, ex-jogador de basquete que teve uma das pernas amputadas por causa do osteo sarcoma. Augustus acredita acima de tudo na vida. Bem humorado, ele não deixa que ninguém o julgue ou sinta pena dele pelo que aconteceu, é o ponto de apoio dos amigos e está sempre disposto a melhorar o dia dos outros. Juntos, eles se apaixonam e tenta tirar o máximo de cada dia que passam juntos e confesso que ele se esforça,dedica-se muito em querer aproveitar a cada momento,nos transmitindo uma lição de vida maravilhosa.
A escrita de John Green é magnífica! O autor soube dosar os sentimentos nos momentos e situações adequadas.
É uma história de superação não só de uma doença que por anos foi tabu, além do câncer o livro trata da perda, de relacionamentos interrompidos e de famílias destroçadas pelo câncer, vai até além, pois mostra o isolamento, a solidão e o preconceito sofrido pelas pessoas com a deficiência.O autor através do olhar de Hazel, com o seu cilindro de oxigênio e de Gus, com a prótese na perna amputada, nos ensina um pouco do cotidiano e da superação dos pacientes portadores de câncer, bem como as vitórias, derrotas e a superação.
Amei a leitura vivenciei todos tipos de emoções; ri,chorei me diverti.Linguagem clara,simples e  leve.Amei também os personagens.

Esther Grace e Hazel Grace

Esther Grace, a jovem que inspirou John Green a criar a personagem Hazel Grace

4 comentários:

Livreando disse...

Esse livro é apaixonante! A maneira que o autor escolher para explorar esse assunto foi tocante, mas ao mesmo tempo, traz a superação e o porque de não se entregar.

Bjim!
Tammy - Livreando

Roseneia Santos disse...

Concordo com você Tammy
Bjinsss!

Aline - Literalizando Sonhos disse...

Sou super suspeita para falar, muito amor por esse livros!
Essa realmente é uma história que mexe muito com a gente. John Green soube escrever perfeitamente, despertando em nós os mais profundos sentimentos.
Beijos

Li
literalizandosonhos.blogspot.com.br

Jéssica Melo disse...

Eu necessito ler esse livro, todo mundo fala tão bem dele que não sei porque ainda não li. Adorei a resenha =)

Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"